.Tâmega em Perigo

Domingo, 13 de Abril de 2008

Irritam-me as Pessoas

Já repararam que o que mais irrita o ser humano é o próprio ser humano?
IRRITAM-ME as pessoas.
Irritam-me as pessoas que pensam que sabem tudo. Irritam-me as pessoas arrogantes, cínicas e que pensam exclusivamente em si. Irrita-me a ausência de personalidade dessas pessoas. Irritam-me aqueles que trabalham demasiado e aqueles que não trabalham nada. Aqueles que se fazem de vítimas por não terem coragem de lutar por algo que querem, e aqueles que vivem passivamente sem qualquer objectivo. Irritam-me aqueles que vivem a criticar os outros pela maneira de vestir ou por outra futilidade qualquer. Irritam-me os irresponsáveis e os que levam a vida demasiado a sério, os que reparam em tudo e os que não reparam em nada. Aqueles que lamentam a sua existência, sem se importar com o facto de haver pessoas em situações muito piores. Irritam-me aqueles que tentam impor a paz usando a guerra. As pessoas que vivem presas aos preconceitos, e as que se mutilam. As pessoas obcecadas em emagrecer ou em engordar, as que se preocupam com as aparências, as que EZcREvEm aZZimm e que têm o descaramento de assinar a petição contra o novo acordo ortográfico. As que são viciadas em marcas de roupa ou em perfumes. As que lamentam a pobreza sem nada fazerem para ajudar. Irrita-me também a maneira como toda a gente diz "Amo-te" para aqui e para ali, e ama-se os namorados de 2 dias, assim como se ama os objectos. Irritam-me os que “curtem” e os que “estão na boa”. Os que estão sempre a arranjar confusão e os que não sabem impor respeito. Os que criticam os gostos pessoais de alguém, os traidores, os falsos, os interesseiros e os anti-sociais. Os que se dizem góticos, emo’s, metaleiros, hippies, rastas baseando-se apenas no visual. Irritam-me os que vêem o Cristiano Ronaldo a jogar e dizem ter “amor à pátria”, mas nunca ouviram falar em D. Afonso Henriques. Irritam-me as pessoas que vêem o suicídio como a solução para os seus problemas, as que julgam as outras pessoas sem as conhecerem, e as que fazem birra se as coisas não são como elas querem. Irritam-me as pessoas que pensam que têm que odiar as namoradas/os das pessoas de quem gostam, e as que fazem tudo para arruinar a vida de alguém. Irritam-me os hackers, os pedófilos, os assassinos e os violadores. As pessoas que abusam da liberdade e as que não olham a meios para chegar onde querem. Irritam-me os adolescentes que se julgam adultos para fazerem o que lhes apetece e as pessoas que chamam “melhor amigo” a alguém quando não têm noção do que é a amizade e quando, no fundo, ninguém conhece ninguém. Irritam-me as pessoas que ficam à janela de casa para ver o que o vizinho faz, quem entra e quem sai.
      Mas mais do que tudo isto, irrito-me a mim própria por ter consciência de que sou uma dessas pessoas e, mesmo assim, escrevi este texto.
 
Marta
publicado por negra às 00:52
link do post | comentar | favorito

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. SÓCRATES E A LIBERDADE,

. Se o óbvio não interessa

. Até parece que conhecem o...

. CARTA ABERTA AO SENHOR AL...

. Avaliação dos professores...

. Viva a política em Portug...

. ERMELO A PAR DAS ATROCIDA...

. ALERTA!!

. SALVAR O TÂMEGA E A VIDA ...

. «MANIFESTO ANTI-BARRAGEM»...

. MANIFESTO ANTI-BARRAGEM (...

. Chefe da Comissão de Aval...

. Em Movimento

. BARRAGEM? NÃO, OBRIGADO!

. BARRAGEM DE FRIDÃO - Prog...

. Burlados pelo bem-estar

. Português: más notas por ...

. Criancinhas

. EDUCAÇÃO EM PORTUGAL: CON...

. O Ensino da Fraude

.arquivos

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

.links

.tags

. todas as tags

.Crime no TUA

blogs SAPO

.subscrever feeds